Contexto para um poema de Marília Garcia

Mas ela gostou da viagem, foi a pergunta de uma aluna depois de ouvir a leitura do poema “No aeroporto Schönefeld de Berlim” de Marília Garcia. Eu resolvi lê-lo em aula não só porque sempre levo as coisas que leio e gosto, mas principalmente porque inventei que fazia parte dos poemas desse livro Um teste de resistores serem lidos e ouvidos fora da modalidade de leitura a-sós-em-casa-sentado-no-sofá. O ruído de fundo – de escola – e a voz pouco delicada, tendo que se projetar pelo espaço em sala de aula, oferecem a inadequação precisa à leitura.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s